Ruas vazias, pouca circulação de veículos e pessoas no interior e na área urbana.

Ruas vazias, pouca circulação de veículos e pessoas no interior e na área urbana. Nas principais ruas da cidade, onde estão concentrados mercados, açougue, bancos e lotérica, moradores respeitam a determinação do uso de máscaras. Este é o cenário em Coqueiro Baixo, cidade de 1,5 mil habitantes que está na lista dos quatro municípios da região que, até essa sexta, 19/06, não possuem casos confirmados da Covid-19. Ainda integram esta lista as cidades de Boqueirão do Leão, Ilópolis e Putinga.
“As medidas tomadas aqui são as mesmas determinadas pelo estado. O que tem ajudado muito é a característica da cidade que é mais isolada e possui a maioria da população trabalhando na agricultura, que é responsável por 90% da economia”, destaca a secretária de Saúde, Viviane Graciela Bettio.
Na cidade, mais de 1,2 mil habitantes residem na área rural e têm relação com o setor primário. O município não possui nenhuma indústria e a maioria do comércio tem ligação familiar. A densidade demográfica do município também contribui, são 13,6 habitantes por quilômetro quadrado. Enquanto que a de Lajeado, que possui mais de 1 mil casos confirmados, é de 932,6 habitantes por quilômetro. “O cenário aqui é diferente de outros lugares, isso nos deixa mais aliviado”, entende Viviane.

Pouca circulação
O primeiro caso suspeito no município surgiu ainda em março. Três pessoas que possuem emprego em indústrias de Encantado foram testadas, mas todos os resultados deram negativo. Já os quatro testes feitos pela secretaria de Saúde até o momento também deram o resultado negativo. Todos os testados eram trabalhadores da área da saúde.
Viviane também ressalta que poucas pessoas com sintomas gripais estão procurando a unidade. Uma das medidas adotadas em março foi a suspensão de atendimentos e renovação de receitas médicas, o que afastou muitos pacientes. “O desafio agora é retomar. Consultas fora do município, todas suspensas, também serão retomadas. Manter o número de casos zerado é o maior desafio”, avalia.
Para os pacientes que necessitarem de atendimento hospitalar, a secretaria possui convênio com o Hospital de Nova Bréscia e também com o de Estrela.

Data de publicação: 30/06/2020

Compartilhe!